sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Mudança pro Wordpress

E esse é o link do novo blog. Pois é, mudei pro Wordpress faz alguns meses, e realmente prefiro essa nova versão do blog. Não tinha divulgado por aqui por estar ajeitando algumas coisas... Então, acho que dá pra chamar de "I Want Out 2.0", eu acho. De qualquer forma, espero que gostem dessa versão nova. Quase ia esquecendo: aí em cima é o novo logo do blog. Eu particularmente prefiro muito ele.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Veja a primeira arte conceitual de Homem de Ferro 3

A divulgação de Homem de Ferro 3 tava um pouco parada. Não é de se estranhar, o filme ainda tá engatinhando, mas até agora não teve nenhuma divulgação além de um poster meio genérico com o logo do filme. Até agora, pois hoje lançaram uma arte conceitual MUITO bacana:


E ainda mostram apenas parte da armadura nova pra gente especular e ficar com gostinho de "quero mais". Um jeito muito legal de divulgar.

Aliás, essa armadura aparentemente será bem mais dourada. To doido pra ver como ela é completa.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Veja o primeiro trailer do MMO da Marvel

A DC tem o seu DC Universe Online, um MMO que reúne todos os grandes heróis da editora do Superman. Agora a Marvel também lançará um chamado Marvel Heroes, que aliás ganhou um trailer hoje.



Aposto que vai ter muita gente querendo jogar indo no hype do filme d'Os Vingadores, e isso é muito bacana. E o melhor de tudo é que o game será gratuito para jogar!

Infelizmente ainda não há uma data de lançamento definida.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

E faz dois anos que Dio morreu


Isso mesmo, o tempo passou rápido e já estamos há dois anos sem o maior músico que o Heavy Metal já viu (ou ouviu, melhor dizendo).

Falar de Ronnie James Dio é difícil, pois ele teve uma carreira muito rica. Então decidi postar aqui algumas das suas músicas que mais curto, passando pelas três bandas mais famosas que ele participou: Rainbow, Black Sabbath e sua banda solo, Dio.

Aliás, tudo o que tem pra saber sobre ele já foi dito na incrível série de textos feita pelo site Delfos. Lá tem muitas curiosidades sobre sua vida musical e pessoal, uma biografia sobre o nosso grande “arco-íris no escuro”. Uma leitura muito mais que recomendada.

Sem mais palavras, vejam a seleção das minhas músicas favoritas cantadas pelo grande Dio.

No Rainbow






No Black Sabbath





Em carreira solo









quinta-feira, 10 de maio de 2012

Saiu um trailer do gameplay de Assassin's Creed III


Como eu já disse por aqui, sou fã da franquia Assassin's Creed. Mas quando o terceiro game foi anunciado fiquei com um pé atrás. O período em que ele se passaria não me agradou (por conta do negócio das armas de fogo) e pensei que toda a forma de jogar dos títulos anteriores se perderia.

Bem, eu me enganei. Esse trailer mostra que muitos dos elementos dos outros jogos estão presentes, e outros também muito legis serão adicionado. Sem mais enrolação, assista aí embaixo.



Adorei essas novas adições, principalmente o negócio de poder entrar nos edifícios. E parece que a gente vai poder lutar com ursos agora!

Agora sim eu acho que esse será um ótimo jogo, digno do legado deixado por Ezio.

domingo, 29 de abril de 2012

Os Vingadores [Resenha]

No final do ano passado eu escrevi um texto chamado “Os 5 filmes mais esperados de 2012”, e coloquei Os Vingadores na primeira posição.

Isso mostra quanta expectativa eu tinha nesse filme. E não só eu, mas muita gente previa um filme incrível. Mas todos estavam errados... O filme é MUITO mais que incrível.

O principal argumento daqueles poucos que duvidavam de que Os Vingadores seria um dos melhores filmes em toda a história do cinema era que “seriam muitos personagens para desenvolver todos na história”. Foi aí que eles se enganaram, pois TODOS os personagens principais são muito bem desenvolvidos.

E por “principais” entenda que é desde o Homem de Ferro, Thor, Hulk e Capitão América, ao vilão Loki (que ganha mais da minha simpatia a cada filme) e até mesmo ao pessoal da S.H.I.E.L.D. (Nicky Fury, Viúva Negra, Gavião Arqueiro e inclusive o Agente Coulson). Todos fazem a trama girar, todos são muito bem aproveitados do seu jeito.

O filme sabe mesclar muito bem humor (na maioria das vezes proporcionado pelo nosso querido Tony Stark) e ação, além de mostrar muito daquele lado mais “humano” dos heróis naquele jeito já conhecido da Marvel.

A sessão que eu assisti foi em 3D, mas o efeito não faz muita diferença assim. Embora ele dê um charme a mais para as cenas de ação, que são ESPETACULARES.

As atuações são muito boas também, com o elenco de grandes estrelas interagindo de um jeito convincente.

Sejam nos diálogos, conflitos, atuações e cenas de ação, o filme acerta em todos os seus mínimos detalhes. Ele é o filme que a gente esperava, e ainda melhor. Aliás, recomendo que você convide aquele seu amigo à beira do suicídio para assistir com você. Ele vai acabar desistindo da ideia na expectativa de assistir Os Vingadores 2.

sábado, 21 de abril de 2012

Eu assisti: Thor


E eis que só nessa reta final para Os Vingadores é que consegui ver Thor. Bem, pelas críticas que vi na época que o filme foi lançado, achava que era um filme bem mediano, que não agradava nem desagradava. Mas o que eu vi foi um filme ótimo, que me empolgou do começo ao fim.

Sim, tem alguns defeitos, mas o saldo total é bastante positivo. Na verdade, o principal problema do filme é que ele é uma história de redenção do Deus do Trovão. Assim, temos uma história do arrogante Thor se tornando mais humilde.


Mas esse clichê é algo pequeno se comparado com as coisas incríveis desse filme: várias referências ao Universo Marvel, os belos efeitos especiais, a mitologia incrível do personagem muito bem adaptada e acima de tudo, Loki.

Sim, o irmão invejoso de Thor rouba muitas das cenas do filme, e o ator Tom Hiddleston consegue dar vida a um vilão no nível de Magneto e quase um Coringa.


E mesmo com algumas cenas de ação muito boas no filme, para mim as melhores foram as de Loki armando seus planos.

Como falei lá em cima, Thor está cheio de referências. Adorei ver quando falaram de forma implícita sobre Bruce Banner (se referindo a ele como “um cientista pioneiro em radiação Gama”) e ao Homem de Ferro.


O final não é algo tão feliz, mas também não é uma tragédia. Considerei um bom final.

Mas a cena pós-créditos é que foi realmente incrível, reunindo Loki e Nick Fury em uma cena que será de grande importância para Os Vingadores.


Minha empolgação com o filme dos Heróis Mais Poderosos da Terra está a mil, e só o que posso desejar é que 27 de abril chegue logo.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Panini solta um teaser sobre o lançamento de Os Novos 52 no Brasil


Isso mesmo, o reboot que o universo da DC sofreu finalmente chegará ao Brasil! E com a saga Ponto de Ignição (que prepara o terreno para esse recomeço) quase no fim, a Panini lança esse teaser para anunciar
a chegada dos Novos 52.

Pela imagem se supõe que todas as 52 novas revistas serão publicadas por aqui. E tudo me leva a creditar que ainda será naquele formato chato de histórias dentro das revistas de heróis mais famosos.

Mas ainda assim estou ansioso pra ver as revistas de volta ao número 1 e começar uma coleção do Lanterna Verde 

terça-feira, 17 de abril de 2012

Recomendação musical da semana #20



Ah, o Power Metal... Meu estilo favorito entre tantas vertentes do Rock. Seja por sua temática mais fantasiosa ou por seus vocais extremamente técnicos, eu o adoro.

Mas não é só por isso que gosto de Lavatory Love Machine, do Edguy. E nem só porque cita o Brasil, mas sim porque seu clipe é divertido e engraçado, muito parecido com o que o Helloween fazia antes, como na música que dá nome a esse blog.

Clique no play e prepare-se pra rir bastante.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Game of Thrones 02x02: The Night Lands


Só o que posso falar desse episódio é que ele foi bom. E ponto. E “bom” não é tanto pra uma série como Game of Thrones, em todos os episódios antes desse são excelentes.

O motivo de eu classificar o episódio apenas como “bom” é que ele muda certas partes do livro e apresenta algumas cenas desnecessárias. Vou falar delas nos próximos parágrafos.

Na abertura do episódio temos Pyke sendo introduzida, que me empolgou tanto quando Pedra do Dragão no episódio anterior.

As cenas com Arya ainda foram menos do que eu imaginava, mas já estão crescendo. Gostei de ver a interação dela com os três homens acorrentados na carroça, e como Yoren expulsou os homens de manto dourado.

Tyrion enviou Lorde Janos para a Muralha, em uma das melhores cenas do episódio. Claro, o anão é um dos personagens mais incríveis da série. Aliás, nessa cena teve uma mudança com relação aos livros: Tyrion nomeou Bronn Comandante da Patrulha da Cidade, e não Jacelyn Bywater. Eu considerei essa mudança interessante e até gostei dela.

Theon chegou em Pyke! E o cenário ficou ótimo, realmente incrível. E muitos dos pequenos detalhes que estavam no livro apareceram aqui. De diferente só teve mesmo a introdução da irmã de Theon, Asha (chamada na série de Yara) já nesse episódio, um pouco antes que em A Fúria dos Reis. Mas isso eu entendo, já que é preciso ter um pouco mais de pressa pra apresentar certos personagens na série.


Na verdade, as “cenas desnecessárias” que falei lá em cima são as que se passam no bordel de Mindinho. Essa história lá já deu o que tinha quer dar, foi bom usar ela para mostrar o massacre dos bastardos em The North Remembers, mas agora se tornou muito chato.

Eu quero ver é a guerra, não uma prostituta assustada com o Lorde Baelish. Espero que se dediquem mais aos personagens realmente importantes e parem de mostrar essa história que não contribui nada com o andamento da série.

Nesse episódio Davos nos foi devidamente apresentado. “Stannis é meu deus”, disse o ex-contrabandista, mostrando o seu sentimento de gratidão para com aquele que lhe deu títulos e terras.

Daenerys teve um destaque ainda menor do que no episódio anterior. Mas isso não é um ponto ruim, estão indo com calma na parte dela da história.

 E a cena final foi uma das mais chocantes (e mais legais) da série: Jon Snow viu Craster entregando um bebê para um Outro comer.

 Mesmo com algumas falhas (isso na minha humilde opinião) nesse episódio, a temporada se encaminha para algo muito maior e, claro, muito mais épico que a anterior.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Veja um comercial de Os Vingadores que você vai ADORAR


Faltam poucos dias para 27 de abril, a data de estreia de Os Vingadores. E a cada nova notícia eu tenho mais certeza que ele será um ótimo filme.

O tal comercial de TV que falei no título foi lançado recentemente. Nele o Capitão América dá uma ordem ao Hulk. Não vou falar muito, veja por você mesmo.



Incrível! Essas naves estão demais, os efeitos estão demais... E ESSE HULK?

Cara, eu quero que dia 27 chegue logo.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Veja a abertura de Saint Seiya - Ômega

Quando eu (como fã de Os Cavaleiros do Zodíaco que sou)  li pela primeira vez uma notícia sobre o novo anime da saga, Saint Seiya - Ômega, não sabia o que esperar.

E sinceramente, não sei o que esperar nem agora. Mesmo com resenhas positivas e pessoas elogiando, não fui com a cara desse traço e com a história. Mas eu tô enrolando demais, você quer ver a nova abertura (que é uma nova versão de Pegasus Fantasy).



E continuo não sabendo o que esperar. Só sei que não gostei dessa abertura, descaracterizaram aquela que é, pra mim, uma das melhores músicas de anime de todos os tempos.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Game of Thrones 02x01: The North Remembers


O inverno voltou... E em estreia mundial! Fiquei muito surpreso (e empolgado) ao saber que até mesmo a HBO brasileira passaria o tão esperado primeiro episódio da segunda temporada de Game of Thrones.

O hype em cima do retorno da série estava mais alto que o Ninho da Águia, e decepcionar os fãs seria fácil. Mas não pra HBO. Conseguiram fazer um ótimo season premiere.

Logo na abertura vemos uma leve mudança, com Pedra do Dragão aparecendo no mapa. Não é nada demais, mas pra nós fãs é algo muito legal.

A primeira cena é a do torneio para o dia do nome de Joffrey, onde Tyrion aparece para tomar seu lugar como substituto da Mão do Rei. E Peter Dinklage como sempre dando um show de atuação.

Stannis está se aliando a religião de Melisandre. Como eles são personagens novos, vou falar sobre a caracterização deles. Ela se parece muito com o descrito nos livros, mas Stephen Dillane como Stannis não me lembrou de quase nada do personagem que eu imaginava quando lia as descrições de Martin.

Daenerys atravessa um deserto com seu khalasar e seus dragões. Aliás, como eles são bem-feitos! Parecem que estão ali mesmo com a khaleesi.


Bran como Senhor de Winterfell foi algo muito bom de ver. E quando Osha disse que o cometa “significava dragões” para o menino meu lado fã pirou.

As cenas da Patrulha da Noite foram muito legais. O Mormont dando um sermão em Jon foi uma das melhores cenas do episódio.

O lobo gigante de Robb, Vento Cinzento, cresceu muito e por isso agora ele é feito em CG. E como os dragões ele ficou incrível.

Começamos a ver que o Theon vai ter um destaque muito maior nessa temporada. Eu sempre gostei do personagem, e adorei quando ele disse a Robb “Eu não sou um Stark, mas seu pai me criou para ser um homem honrado”.

Não posso deixar de falar da conversa de Catelyn e o Rei do Norte. Ele está começando realmente a virar um grande estrategista militar, um verdadeiro rei. Seu amadurecimento é nítido. E claro, a frase “tem um rei em cada canto agora”, dita pela Senhora Stark, foi impagável.

Arya teve menos destaque nesse episódio do que eu imaginava. Mas tudo me leva a acreditar que no próximo ela vai aparecer bem mais.


No geral o episódio apresentou a grande maioria dos personagens principais conhecidos e os novos, além de mostrar o encaminhamento dessa temporada, e tudo o que podemos esperar de grandioso dela. The North Remembers foi o episódio perfeito para acalmar a ansiedade dos fãs.

domingo, 1 de abril de 2012

Recomendação musical da semana #19



Hoje é 1º de abril. E o que esse dia tem de tão importante além da estreia da  nova temporada de Game of Thrones? Bem, é dia da mentira. É aquela época das pegadinhas e coisas assim.

 E que tipo de música combina mais com essa data do que as músicas do Massacration?

Sufocators Of Metal é uma música do segundo álbum da banda, e tem um dos clipes mais legais deles. Aproveite o 1º de abril e se divirta com o Detonator.

domingo, 18 de março de 2012

Skoob

Sempre fui apaixonada por livros, ler sempre me deu prazer, e pra aqueles que dividem a mesma opinião comigo que a leitura é um otimo hobbie, existe a rede social Skoob.
 Para quem não conhece, Skoob é um lugar onde você organiza os livros que você já leu, quer ler,  esta lendo ou relendo em uma estante virtual. Além disso, você ainda favorita seus livros, seleciona os desejados para presentes e participa de grupos para discussão sobre os autores e suas obras.


Além dessas características, você ainda pode controlar o número de páginas que você lê por dia, quais livros você emprestou, quais que colocar na meta de leitura, fazer resenhas do livro desejado, avaliar a obra, quais livros abandonou, e alem de uma variedades de amigos para compartilhar sua opiniao. Enfim...para os leitores de plantão, esse é um ótimo lugar para quem ama livros:  http://www.skoob.com.br/

quarta-feira, 14 de março de 2012

A Guerra dos Tronos [Resenha]


Ano passado estreou uma série incrível, épica, cheia de traições, amor e mortes. Uma série que me cativou totalmente e me fez viciar nela. Claro que eu estou falando de Game of Thrones.

Eu gostei tanto da série que resolvi ler o livro que deu origem a ela. E o que encontrei foi bem melhor do que eu tinha visto na série: um mundo mais aprofundado, cheio de detalhes, com muito mais personagens. Tudo desenvolvido com um jeito de escrever que é tão descritivo que você consegue imaginar as cenas com perfeição.

A narrativa é incrível e o mundo criado por George R. R. Martin mais ainda. Os cenários, as famílias, os “fatos históricos” desse mundo, tudo é tão bem pensado que chega a ser convincente. Mas nada nesse livro é tão convincente quanto seus personagens: eles são incrivelmente humanos.

Não há aquela divisão de certo personagem ser “mocinho” ou outro “vilão”. Como um ser humano de verdade, eles têm momentos de bondade e momentos de maldade. Fazem o que seu interesse diz, e nem todos aparentam ser o que são. Então se prepare para ser cativado por vários deles. E odiar alguns também, claro.

Outra coisa legal do livro é que ele é sob o ponto de visão de vários personagens, e não apenas de um. Cada capítulo é chamado pelo nome do personagem que protagoniza ele, e faz com que o livro não tenha apenas um como principal.

Ah, e isso me lembra de uma dica pra você que quer lê-lo: não vá pensando que esse é um livro onde os personagens que você julga protagonistas sempre se dão bem, como na maioria dos outros. O Martin não tem preferência por nenhum deles, e você pode ver um personagem que você se apegou ser morto de uma hora para outra.

Tudo isso é responsável por esse ser um dos melhores livros que já li. É realmente uma leitura muito legal e agradável, ideal pra quem gosta de literatura fantástica, lutas de espadas, cavaleiros e muita ação e intrigas.

O que você está esperando? Vá para a livraria mais próxima e compre já A Guerra dos Tronos, termine e vá ler também o segundo volume, A Fúria dos Reis. Garanto que você não se arrependerá.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Top 3 cenas musicais memoráveis em séries


É isso mesmo, preparei agora mais um “Top x qualquer-coisa” pra vocês. Sim, eu sei que vocês não aguentam mais esse tipo de post, mas dessa vez é sobre as melhores cenas musicais de séries. Aposto que vocês vão gostar.

Ah, só um aviso antes que você comece a ler: não gosto de séries musicais propriamente ditas, então não espere encontrar algo como Glee aqui. Além disso, não são cenas em que personagens cantam músicas, mas sim que músicas famosas tocam ao fundo delas. Pronto, avisos dados, vamos assisti-las.

3 – Livin’ On A Prayer – Everybody Hates Chris 



A última cena de Todo Mundo Odeia o Chris é também uma das mais legais de toda a série. Ao som de Livin’ On A Prayer, do Bon Jovi, Chris e sua família esperam o resultado da prova que decidirá o futuro do nosso odiado protagonista. A cena (e também a série) termina no momento em que Julius chega com o resultado, sem que fiquemos sabendo qual é. Vale muito a pena ver.

2 – Tom Sawyer – Chuck



Chuck era um seriado incrivelmente legal. Conseguia unir (de forma genial) duas coisas que pareciam opostos naturais: o mundo da espionagem e o mundo nerd do qual o protagonista fazia parte. E uma das cenas mais memoráveis da série é quando o Chuck joga um game arcade enquanto ao fundo era tocada a música Tom Sawyer, do Rush.

1 – Carry On My Wayward Son – Supernatural 

(Clique aqui para ver o vídeo dessa cena. É que não encontrei NENHUM vídeo dela no Youtube que a incorporação estivesse liberada.)

Ao final de qualquer season finale de Supernatural tem uma retrospectiva de toda a temporada embalada pela música Carry On My Wayward Son, do Kansas. . Como são muitos desses momentos, resolvi escolher o que eu acho o melhor “The Road So Far” da história da série: o da quinta temporada.

Espero que tenham gostado da lista. E se vocês conhecem outros momentos assim em seriados legais falem aí nos comentários.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Eu assisti: (500) Dias Com Ela



Esse é um filme que sempre quis assistir, pois sempre ouvi coisas boas sobre ele. Esperava uma comédia romântica totalmente diferente das outras quando fui vê-lo, e foi isso que encontrei.

O filme já começa explicando que não é uma história de amor, e foi a partir daí que ele me ganhou. Depois disso foi fácil rir e mergulhar na incrível história dele.

Vou fazer um resumo dela: Tom acabou de se separar da sua namorada, Summer. Acontece que ela é uma pessoal incrível, e ele é perdidamente apaixonado por ela e pelo jeito dela. Então ele começa a lembrar das coisas mais importantes que viveu junto dela.

Uma das coisas mais legais do filme é que essas lembranças são jogadas pra nós que estamos assistindo fora de ordem, de forma não linear. Em uma cena podemos ver os dois em um momento em que a relação já está “fria”, e logo depois ver eles em momentos de grande felicidade.

Não posso deixar de comentar que me identifiquei muito com o protagonista Tom. Ele é um cara legal, mas bem inseguro às vezes, o que o torna mais humano.

E o final? Simplesmente genial. Foi incrível como o filme conseguiu mostrar um romance que poderia realmente acontecer, não uma história totalmente clichê que com dois minutos de filme você já sabe de tudo o que vai acontecer.

Esse é sem dúvida um dos filmes mais legais que eu já vi. Totalmente recomendado para você que quer ver algo diferente do que a grande maioria dos filmes do gênero apresenta.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Saint Seiya: Next Dimension Vol. 1 [Impressões]


Como alguns de vocês devem saber, eu sou muito fã de Saint Seiya (ou Os Cavaleiros do Zodíaco, como o anime é conhecido no Brasil).  Desde criança sempre gostei das aventuras dos defensores de Athena, e a partir de 2009 comecei a comprar volumes aleatórios de Lost Canvas (que é uma espécie de spin-off do mangá original, se passando mais de 200 anos no passado).

E em julho do ano passado, junto com o anúncio de Bakuman (outro mangá que adoro), a JBC comunicou que iria trazer outro spin-off de CDZ: Next Dimension. Ele começou a ser lançado em agosto, mas aqui em Sergipe mangás e HQs costumam ter problema com a distribuição (a Panini que o diga) e então só achei o volume 1 nas bancas agora em janeiro.

Logo quando se folheia o mangá nota-se uma grande diferença da maioria dos outros: ele é totalmente colorido. Isso dá charme a mais nele, e a JBC manteve assim na publicação brasileira. Infelizmente isso reflete no preço do mangá, fazendo com que ele custe 14, 90.

Logo que comecei a ler a história não me agradou muito (acho que porque estava acostumado a ler as aventuras de Tenma e companhia pelas mãos da Shiori Teshirogi), mas logo depois eu comecei a gostar dela.

Aliás, vale um pouco comentar sobre ela: a premissa é muito parecida com a de Lost Canvas, mas com a diferença de que aqui passado e futuro do universo criado por Masami Kurumada se cruzam constantemente.

E é isso, fora a história que demorou pra me cativar, eu gostei bastante. Além de contar a história da Guerra Santa do passado Next Dimension continua a história da era de Seiya (de um jeito diferente do visto no filme Prólogo do Céu), e isso é bem legal.

Tenho certeza que nos próximos a história melhorará ainda mais, e eu vou tentar acompanhar o mangá.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Saiu um novo trailer da 2ª Temporada de Game of Thrones

E ele é sensacional. Incrível. Praticamente todos os personagens principais aparecem. Pare de ler o que eu escrevi e assista logo essa coisa magnífica.



GENIAL. De tirar o fôlego de qualquer fã. Quase chorei quando a Daenerys falou aquilo.

A estreia da segunda temporada está marcada para o dia 1º de abril. E eu não me aguento de tanta ansiedade.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

As Aventuras de Tintim [Resenha]

As Aventuras de Tintim


Título original: The Adventures of Tintin: The Secret of the Unicorn 
Ano: 2011  
Direção: Steven Spielberg
Roteiro: Steven Moffat, Joe Cornish e Edgar Wright
Elenco: Andy Serkis, Jamie Bell, Daniel Craig, Nick Frost, Simon Pegg, Toby Jones e Cary Elwes.



Esse foi o primeiro filme em 3D que eu vi. Sério, nunca teve um filme que eu realmente quisesse ver e que fosse em 3D nas vezes que em que ia ao cinema. Até o dia em que fui ver esse filme.

Eu assistia Tintim quando criança. Tenho lembranças vagas do desenho, não me lembro de tramas ou momentos especiais. Eu fiquei com muita vontade de ver esse filme porque não é todo dia que se vê Spielberg, Peter Jackson e Andy Serkis juntos.

Para quem não sabe, Tintim é um jovem repórter que vive se envolvendo nas mais diversas aventuras. 
Dessa vez ele se vê no meio de um mistério envolvendo o lendário navio Licorne, e junto com seu cachorro Milu e o Capitão Haddock, vai fazer de tudo para desvendá-lo.

A parte técnica do filme é simplesmente demais. As animações são ricas, belas e mais realistas que as do desenho, mas ainda assim mantém as características marcantes dos personagens.

A trama se desenvolve de um jeito rápido e natural, e embora algumas cenas sejam previsíveis, ainda é gostoso acompanhá-las.

O humor é algo muito presente no longa. São piadas e situações cômicas que agradam crianças e adultos, e nesse quesito o Capitão Haddock rouba a cena com seu problema com a bebida.

O 3D não faz muita diferença em grande parte do filme, mas em algumas cenas de ação ele é muito bem utilizado, e faz valer o ingresso. Aliás, uma dessas cenas se alterna entre o passado e o presente, com Haddock narrando uma história. Pra mim essa é a melhor cena de todo o filme, um ótimo trabalho de direção.

Uma vez eu vi uma entrevista em que Spielberg e Peter Jackson se diziam grandes fãs de Tintim. É por isso que o filme é tão bem feito, tão bem pensado, e tratado com carinho. Isso o melhora muito, e o torna tão bom quanto é.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Chuck 05x08: Chuck Versus The Baby


Eu sempre gostei de Chuck, mas deixei de assistir a algum tempo. Então eu aproveitei esse fim de ano e o hiato de séries para me “atualizar” em algumas, e uma delas foi justamente Chuck, que está em sua última temporada.