terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O que rolou em 2011: Música


Na segunda parte do especial que funciona como retrospectiva do ano nós vamos conversar sobre música. Mas como o estilo de música que curto é Rock/Heavy Metal você só encontrará aqui esse estilo odiado por muitos e amado por mais gente ainda. Então não espere encontrar nada sobre Pop, Axé, Funk, Pagode nem similares porque eu não gosto disso.

Terminados os avisos, coloque os fones, bata cabeça e vamos nos lembrar do que aconteceu no mundo da música pesada esse ano, meu amigo.

Posso começar falando que esse ano foi “o ano dos festivais”. Tivemos o Rock in Rio e o SWU tão próximos um do outro.

No lado do RiR devo destacar os shows do Korzus, que me fez conhecer e virar fã da banda; o tão falado show do Angra que teve um desempenho ruim do vocalista Edu Falaschi; o do Metallica, que é assumidamente minha banda favorita e fez um show que uniu músicas clássicas da banda e duas do ótimo Death Magnetic e fez um show que agradou todos os fãs.



No SWU eu só assisti ao show do Megadeth mesmo (aliás, o Multishow mandou MUITO bem na transmissão dos dois festivais), que, do mesmo modo que o Metallica, fez um show com músicas clássicas e algumas do novo (e ótimo) álbum TH1RT3EN. A apresentação até contou com a presença do mascote da banda, Vic Rattlehead, pra delírio de nós fãs.



Tivemos alguns álbuns importantes esse ano, como o In Paradisum, álbum do supergrupo de Power Metal Symfonia, que reúne grandes nomes do gênero como Andre Matos e Timo Tolkki. Infelizmente o álbum ficou abaixo das grandes expectativas postas nele, pois embora tivesse uma parte técnica impecável, faltou inovação nele.



Outra coisa a se comentar é sobre o Lulu, o álbum de colaboração entre o Metallica e Lou Reed, que, no mais bondoso eufemismo, foi um álbum chato.

E tivemos a polêmica do Edu Falaschi, dizendo que “brasileiro é chupa pau de gringo” e alegando que o Metal nacional está morrendo. Veja essas declarações no vídeo abaixo.

No dia 11/11/11 o Black Sabbath anunciou seu retorno com uma turnê mundial e com um álbum de estúdio, o primeiro depois de 33 anos.

No final foi um ano bom para a música pesada que tanto adoramos, mas teve seus altos e baixos como sempre. E 2012 já promete com o Metal Open Air aqui no Brasil, reunindo grandes bandas como Blind Guardian e Anthrax, além de muitas outras já confirmadas.

0 comentários:

Postar um comentário