terça-feira, 20 de setembro de 2011

Red Lanterns #1 [Resenha]



Aproveitando o reboot que vai lhe render muito dinheiro, a DC resolveu dar uma revista aos Lanternas Vermelhos. Já adianto que gostei demais dela, até mais que Lanterna Verde #1 .

O roteiro foi escrito tanto pra agradar os leitores antigos (já que a cronologia do Lanterna Verde não foi rebootada), quanto pra apresentar Atrócitus  e sua turma vermelha do barulho para os novos. E eu gostei bastante dele.

Aqui nós temos a história da origem da fúria do líder da Tropa dos Lanternas Vermelhos recontada e narrada por ele mesmo, e consequentemente sob seu ponto de vista. Além disso, o roteiro nos deixa a par dos seus temores quanto suas atitudes e o futuro de sua tropa.

Além de tudo isso, parece que o futuro guarda algumas surpresas pra Atrócitus. Mal posso esperar pra ver se meu palpite é certo.


Mais uma vez vou fazer uma comparação com Lanterna Verde #1 (me desculpem, mas é inevitável pra mim): na resenha dela, eu disse que no começo o traço não me agradou. Já em Red Lanterns eu o adorei do começo ao fim, cortesia do renomado desenhista brasileiro Ed Benes.


Pelo menos no “universo” do Lanterna Verde a Distinta Concorrência não cagou com esse reboot, e a qualidade dele continua tão boa quanto vinha sendo. Ainda bem.

0 comentários:

Postar um comentário